Como prevenir e parar a agressão alimentar em cães

A agressão em cães é um assunto delicado. Se o seu cão apresentar sintomas de agressão, você deve consultar um veterinário para descobrir se o seu cão tem uma razão médica para que seu comportamento mude. Depois disso, consulte um behaviorista para descobrir por que ela está sendo agressiva (se o exame médico for normal); os comportamentalistas animais sabem quais sinais indicam que um cão pode morder e são treinados para ajudá-lo e intervir. Leva muitos anos lidando com cães agressivos antes que uma pessoa possa lidar com eles com segurança.

A realidade pode ser diferente. Se você estiver isolado - em uma área onde não há ninguém para ajudar seu companheiro - o cão não deve ser condenado sem procurar respostas. Neste artigo, discutirei algumas causas de agressão alimentar e algumas das maneiras pelas quais você pode ajudar a reduzi-las.

Mesmo entre os treinadores de cães, há muitos conselhos conflitantes sobre esse assunto. Alguns deles acham que o cachorro está tentando assumir o controle da casa. Às vezes, um cão agressivo em alimentos será medroso, não dominante. Alguns cães agressivos em alimentos são fáceis de treinar, outros são muito difíceis. Essas dicas podem ajudar em algumas situações, mas os cães são todos diferentes e nem sempre funcionam. Se o seu cão está rosnando, rosnando ou latindo, há um problema. Se ele está tremendo e tenso, a situação é mais grave. Em última análise, levará à mordida, o problema mais sério de todos.

Então o que você pode fazer?

Como prevenir a agressão alimentar em cães

Este é um problema que você pode evitar antes mesmo de começar!

  1. Sempre diga ao seu novo filhote para "sentar": sempre diga ao seu novo filhote para "sentar" antes de dar a ela a tigela de comida. Isso reforçará a ideia de que você é o provedor e está no controle; é útil em questões de domínio.
  2. Pet-la: Pet seu filhote enquanto ele está comendo. Ela estará acostumada à sua presença e também aprenderá que você não roubará a comida dela.
  3. Dê-lhe um presente: Depois que seu filhote souber o recall, ligue para você (durante a refeição) e dê-lhe um presente. Ela pode voltar para a refeição e terminar.
  4. Dê a ela algo a mais: quando o filhote terminar a refeição, dê algo a mais (como um tratamento especial, por exemplo, um pequeno pedaço de frango). Se você fizer isso, e ela esperar, ela vai querer que você esteja por perto quando ela estiver comendo.

7 etapas a serem tomadas para ajudar um cão agressivo a alimentos

  1. Faça seu cão "sentar" antes de lhe dar a tigela de comida.
  2. Alimente o seu cão somente após o jantar. Verifique se ela sabe que você está no controle da comida e quando ela é distribuída.
  3. Pare de deixar os alimentos sempre baixos. Isso é baseado na teoria do "pacote", semelhante às duas primeiras dicas. Se o seu cão o reconhecer como aquele que está no controle de suas refeições, é mais provável que ele o respeite como líder e não será mais agressivo.
  4. Alimente duas vezes ao dia para que seu cão não fique com muita fome entre as refeições. Alguma agressão alimentar é causada pelo fato de o seu cão não saber quando (ou mesmo se) a próxima refeição será apresentada.
  5. Coloque o alimento em um local calmo e seguro (como uma varanda nos fundos, não em uma área movimentada como a cozinha) para que ela não se sinta ameaçada. Você deve deixar seu cachorro em paz e nem pegar a tigela até que ele entre em outra sala. Isso pode ser tudo o que é necessário para alguns cães.
  6. Use técnicas de contra-condicionamento para que ela se acostume com a sua presença. Dê um passo além do ponto em que ela se sente ameaçada; faça um tratamento especial (como um pedaço de peito de frango cozido) e depois vá embora. Faça isso todos os dias até que ela associe sua abordagem à tigela de comida com a apostila de um tratamento especial. Com o tempo, ela se sentirá menos agressiva e não se importará de você chegar muito perto da tigela dela. Este é um método lento e precisa ser reforçado ocasionalmente, mas pode ajudar se os outros métodos listados acima não forem suficientes.

    Se o contra-condicionamento for bem-sucedido, também ouvi alguns treinadores sugerirem que você retire a tigela do cachorro e adicione-a dele enquanto ela ainda estiver comendo. Eu acho que levar a tigela de comida do cachorro, por qualquer motivo, não é uma boa ideia. Este deveria ser outro método para deixar o cão mais confiante em seu controle.
  7. Uma tigela de comida alternativa pode ser útil. Existem muitas outras alternativas que podem ser mais bem-sucedidas; portanto, não compre uma tigela e espere que ela resolva seus problemas.

Nota!

A agressão alimentar pode levar muito tempo para superar.

Quanto tempo isto irá levar?

Não grite com ela ou bata nela para fazê-la parar. Não basta chegar e levar a tigela de comida, porque ela está rosnando. Essas ações podem funcionar no momento, mas o problema provavelmente só piorará.

Esse comportamento começou devagar e levou muito tempo para se desenvolver. Não se surpreenda se demorar muito para parar.

Se o seu cão está mostrando outros sinais de agressão (como proteger a cama ou um brinquedo especial), lidar com a agressão alimentar pode ajudá-lo. Quando esses métodos não ajudam o seu cão, eu realmente recomendo que você consulte um comportamento animal.

Cuide desse problema antes que seu cão morde alguém.

Etiquetas:  Répteis e anfíbios Animais Exóticos Animais de fazenda como animais de estimação